• Até 7 dias para devolver a compra
  • Enviamos para todo o Brasil!
  • Em até 6x sem juros no cartão
Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio

São João Batista

São João Batista

Publicado em 02.06.2023 |
Visualizações
63 visualizações

blog sao joao batista 2023 1

A devoção a São João Batista é muito antiga na Igreja. Ao longo dos séculos, a devoção a este santo foi se solidificando e crescendo. São João Batista é também chamado de o Precursor do Salvador, aquele que, antes de Jesus, veio anunciar e preparar a vinda do Messias, pregando um batismo de conversão. Nossa Senhora, após receber o anúncio do anjo, parte às pressas da cidade de Nazaré para a cidade da Judeia chamada de Ein-keren para ajudar sua prima. Ao chegar na casa de Izabel, o Evangelho de Lucas nos relata que, ao ouvir a saudação de Maria, Izabel ficou cheia do Espírito Santo, e João dançou de alegria no ventre da mãe. Como nos explica tão bem o texto original, o verbo usado para exultar é dançar, ou seja, poucas vezes, na Sagrada Escritura, apresenta-se o verbo dançar, e uma dessas vezes é quando Davi, exultando de alegria, dançou na presença de Deus diante da arca da aliança.

blog sao joao batista 2023 2

João, no ventre de Izabel, dança de júbilo, reconhecendo em Maria a nova arca que traz em si não as tábuas da lei, mas a própria Lei feito carne. A missão de João Batista está intimamente unida à missão de Cristo. Santo Agostinho nos ensina que “João Batista é a voz, mas Cristo é a Palavra desde o princípio. João era uma voz passageira; Cristo era, desde o princípio, a Palavra eterna. A voz precisa da Palavra para entrar no coração”. João é a voz que anuncia Cristo, a própria Palavra eterna.

blog sao joao batista 2023 3

Papa Bento XVI, em uma homilia, diz-nos da coragem de João em dar a própria vida pelo Reino de Deus. Prossegue o Papa: “Celebrar… São João Batista recorda-nos também a nós cristãos deste nosso tempo que não se pode ceder a exceções com o amor a Cristo, a sua Palavra e à Verdade. A Verdade é Verdade, não existem exceções. A vida cristã exige, por assim dizer, o “martírio” da fidelidade cotidiana ao Evangelho, ou seja, a coragem de deixar que Cristo cresça em nós e que seja Cristo quem orienta o nosso pensamento e as nossas ações. Mas isso só se verifica na nossa vida se a nossa relação com Deus for sólida. A oração não é tempo perdido, não é roubar espaço às atividades, inclusive às obras apostólicas, mas é precisamente o contrário: se formos capazes de ter uma vida de oração fiel, constante e confiante, o próprio Deus dar-nos-á a capacidade e a força para vivermos de modo feliz e tranquilo para superarmos as dificuldades e testemunhá-Lo com coragem.”

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.